sábado, 13 de abril de 2024

❤️

 DIZ GERSON AMARO


DIZ QUE SENTE MINHA FALTA

QUE ESTÁ EM SUA PAUTA

SE LEMBRAR DE MIM

DIZ QUE SOU SUA METADE

E QUE A SAUDADE

E UMINTEIRO DE FIM

DIZ QUE OS SEUS PENSAMENTOS

EM TODOS MOMENTOS

PENSAM EM NÓS DOIS

DIZ QUE EU PRECISO OUVIR

DIZ QUE NÃO VAI DESISTIR

E QUE O AGORA É SÓ DEPOIS


DIZ OUE ATÉ SENTE MEDO

DESTE SEU SEGREDO

DE NÃO ME ESQUECER

DIZ QUE SUA ALEGRIA

SABER QUE TODO DIA

EU PENSO EM VOCÊ

DIZ QUE PENSA NO FUTURO

E ISSO EU TAMBĖM JURO

TAMBÉM PENSO ASSIM

DIZ OQUE PRECISO OUVIR

DIZ QUE NÃO VAI DESISTIR

DIZ ENTÃO . ENFIM

domingo, 31 de março de 2024

Santa Mariquinha

 Santa Mariquinha ( Moda de viola )

Gerson Amaro 


Numa sexta feira Santa 

Onde pássaro não canta 

Aconteceu contra a vontade

Chora o meu coração 

A Rainha do Sertão

Se foi pra eternidade 

A saudade é um dom

Só se tem do que é bom 

É uma grande verdade 

Hoje na terra falece

Mas uma santa aparece 

Por toda sua humildade 


No Bairro Marianinho

Em Bofete , meu carinho 

E também minha cidade 

Conhecida pelos nobres 

Pelos ricos e por pobres 

Tratava na igualdade 

Salve Santa Mariquinha 

Hoje sua igrejinha 

É rica em santidade

Deus do céus nos abençoe 

Que mais um terço entoe

Com toda simplicidade


Cada reza bem rezada 

Ela vai ser bem lembrada 

Com muita intensidade 

Mariquinha com Jesus

Nossa vida aqui reluz 

Contra as adversidades

A viola hoje chora

De lembrar de sua história

Lágrima é tempestade

Mas a bonança é o céu 

Hoje canto sem chapéu 

Em respeito à saudade

quinta-feira, 7 de março de 2024

Adeus viola

 Último Almejo

Gerson Amaro 


Adeus viola 

Nobre instrumento 

Hoje meu momento 

É só me lamentar 

Hoje eu que choro

Por tudo que sou  

Tu se desgastou 

De tanto chorar 


Adeus viola

Eterna saudade

A minha metade 

Hoje se acabou

Minha companheira  

Você se consumiu 

Foi calor e meu frio

E tudo que eu sou 


Adeus viola 

Não te toco mais 

Estou velho demais 

Tremo minhas mãos 

Também está velha 

Sem sua melodia

A nossa alegria 

Como dois irmãos 


Adeus viola

Que o céu me permita

Com minha amiga

Eu me encontrar 

Jesus Bendito 

Ouça meu desejo 

Meu último almejo 

É ela tocar 


Adeus viola

Adeus...

Viola ...

terça-feira, 5 de março de 2024

Encomenda Edair Casagrande

🎤🎤🎤🎤🎤🎤🎤
Eu sou fogo morro acima 
Ninguém pode segurar 
Sou a água morro abaixo 
Sai da baixo eu vou passar
Sou a terra , sou fazenda
Que sempre chamei de lar
A poeira que eu respiro 
Pro pulmão é o próprio ar 
O meu peito se expande 
Sou Edair, sou Casagrande 
Eu cheguei para ficar !
🎶🎶🎶🎶🎶🎶🎶🎶
🎇🎆🎇🎆🎇🎆🎇🎆

Telha de Vidro

 Telha de Vidro 

Zilda Vargas e Gerson Amaro 


A insônia da saudade

Muitas vezes me visita 

Eu falo de uma vontade 

Quem aqui que acredita ?

De voltar ao passado 

Minha história tão bonita 

A noite então foi chegando

A lua veio bailando  

Segue então minha escrita


A telha era de vidro 

E a lua iluminou 

Junto com o brilho dela 

Uma estrela acompanhou

O meu quarto iluminado 

O medo se afastou 

O passado e presente 

Mesclado em minha mente 

O futuro me esperou


Segui o clarão da lua 

E ele veio até a mim 

Parecia me dizer 

Meu sonho não vai ter fim 

Uma rosa em um vaso 

Bem longe de seu jardim 

Brilhava a lua no espinho

Me mostrando o meu  caminho 

Que um dia Deus fez pra mim 


A telha era de vidro 

E a lua iluminou 

Junto com o brilho dela 

Uma estrela acompanhou

O meu quarto iluminado 

O medo se afastou 

O passado e presente 

Mesclado em minha mente 

O futuro me esperou


A lua com seu bailado 

Aos poucos foi se escondendo 

O escuro do açoite

Da saudade me moendo 

Mas meio a escuridão 

Algo foi acontecendo 

Na telha tão transparente 

O sol teve sua nascente

Então eu fui amanhecendo 


A telha era de vidro 

E a lua iluminou 

Junto com o brilho dela 

Uma estrela acompanhou

O meu quarto iluminado 

O medo se afastou 

O passado e presente 

Mesclado em minha mente 

O futuro me esperou

domingo, 3 de março de 2024

❤️

 Não me chame de amor 

Gerson Amaro 


Não me chamar de amor

Pois seu amor não sou mais

Aquilo que eu senti 

Hoje ficou para trás 

A guerra deste amor

Fiquei livre estou em paz 

Não me chame de amor 

Pois seu amor não sou mais


Fiz de tudo por você

Mas pra você eu fui pouco

Até minha sanidade 

Na vida sou mais um louco 

Agora em tratamento 

Me livrando dum sufoco

Perdi nesta relação 

Na briga de uma paixão 

Sai comigo no soco 

 

Não me chamar de amor

Pois seu amor não sou mais

Aquilo que eu senti 

Hoje ficou para trás 

A guerra deste amor

Fiquei livre estou em paz 

Não me chame de amor 

Pois seu amor não sou mais


Gastei tudo que eu tinha

Não tenho nada guardado

Meu futuro é pra Deus 

Mas sem presente e passado 

Só lembro de confusão 

De um amor remendado 

Casamento é coisa séria 

Mas sem amor é miséria 

Passei fome até casado 


Não me chamar de amor

Pois seu amor não sou mais

Aquilo que eu senti 

Hoje ficou para trás 

A guerra deste amor

Fiquei livre estou em paz 

Não me chame de amor 

Pois seu amor não sou mais


Agora que acabou 

Não precisa timidez 

Um amor é só pra dois 

Não divide pelo três 

Eu tenho já outro amor 

E nunca fui um talvez 

Agora estou feliz

Do jeito que tanto quis 

Eu tenho um "era uma vez"


Não me chamar de amor

Pois seu amor não sou mais

Aquilo que eu senti 

Hoje ficou para trás 

A guerra deste amor

Fiquei livre estou em paz 

Não me chame de amor 

Pois seu amor não sou mais

quinta-feira, 29 de fevereiro de 2024

Mais um pagode

 Sou presente e futuro 

Gerson Amaro 


Ninguém pede em casamento 

Se um dia não namorou 

Ninguém pede em namoro

Se um dia não beijou

Ninguém ganha um só beijo

Se um dia não o roubou 

Cada tempo com seu tempo

Não nasci um prematuro 

Eu não sou só um momento

Meu passado não comento 

Sou presente e futuro 


O relógio dá as horas

Mas não trabalha de graça 

A corda de um relógio 

Na vida não embaraça  

Quem atrasa nesta vida 

Taca pedra na vidraça 

A vidraça corta o tempo

Dando um tiro no escuro 

Eu não sou só um momento

Meu passado  não comento 

Sou presente e futuro


Eu não toco a viola

Antes de ser fabricada 

Sem minha mãe natureza 

Não existe violada

O ponteado perfeito 

Não nasce de mão trocada 

Na madeirada do tempo 

Meu dom fica mais maduro 

Eu não sou um só momento 

Meu passado não comento  

Sou presente e futuro 


O papel sem a caneta

Não escreve um poema 

O lapis  o tempo apaga 

Aumentando o problema 

O tempo escrevo a tinta 

As rimas são o meu lema 

Seguro morreu de velho 

Sou velho mas sou seguro 

Eu não sou só um momento 

Meu passado não comento 

Sou presente e futuro

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2024

Dois Loucos

 Me diz 

Gerson Amaro 


Me olha e sorri 

Te faço gargalhar 

Diz não tá nem aí 

Saudades no ar 

Sei jeito é tão louco 

Que se encaixa no meu 

Mas eu acho tão pouco 

Ainda não ser seu 


Me diz ?

Oque é que tá faltando 

Se não tô me esforçando 

Então oque eu fiz ?

Me diz ?

O que tá esperando 

Pra mudar seus planos

Do jeito que eu quis 


Dois loucos e um hospício 

Mas sendo feliz

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2024

Pagode

 Pagode vai e vem 

Gerson Amaro


A desculpa do culpado 

É sempre culpar alguém 

Já vi muito inocente 

Ir pra cova e pro além 

A justiça neste mundo 

Compra com notas de cem 

Deus do Céu cuida de tudo

E não conta pra ninguém 

Na peneira do destino 

Um homem vira menino 

De seus atos é refém 


Não ponho tudo num saco 

Pois pra mim não me convém 

Tem gente que vale ouro 

Outros não valem vintém 

Já fui homem e menino

Um dia já fui neném 

Nasci com bigode grosso 

Minha palavra se mantém 

No rastelo desta vida 

Deus que faz a acolhida 

E separa com amém 


Sou violeiro no mundo 

O pagode me mantém  

Minha primeira viola 

Eu troquei no armazém 

A tradição é caipira 

Neste jeito se mantém 

Eu não perco o meu jeito 

Mineiro de falar trem 

Na enxada amolada 

Na viola afinada 

Meu pagode vai e vem

segunda-feira, 22 de janeiro de 2024

Segue

 Segue 

Gerson Amaro 


Eu não pedi sinceridade 

Sabia a verdade

Ia me machucar

Eu não pedi tanta saudade 

Nem essa vontade 

De querer ficar

Entendi de uma vez por todas 

Que não é agora 

E nem é depois ...

Eu fiquei naquele tempo 

Vou guardar alguns momentos ...

E um punhado de seus ois ...


Segue ...

Faz de conta que tá tudo bem 

Segue ...

Todo mundo encontra alguém ...

Segue ...

E seja pra sempre feliz 

Pra sempre, não é meu destino

Talvez seja meu desatino 

E a verdade que eu nunca quis ...

sábado, 6 de janeiro de 2024

Somos assim !

 Somos assim 

Gerson Amaro 


Vai começar 

A nossa paixão 

Eu chamo de lar 

Do meu coração 

Moro na arena

Filho do sertão 

São oito segundos

De pura emoção 


Vai começar !!!

A minha vida !!!

Eu chamo de lar !!!

A minha guarida !!!

Sejam bem vindos 

Ao melhor de mim 

Caipira ou cowboy 

Na arena herói ...

Nós somos assim !!!

sexta-feira, 5 de janeiro de 2024

😔


 

A lenda e seu legado

 A viola novamente 

Volta chorar de saudade 

O céu fica sertanejo

Com um bruto de verdade 

São Pedro passou a chaves 

Com toda sua humildade 

Tião carreiro é o porteiro 

Recebeu João Carreiro

No Sertão da Eternidade 


Na terra o céu chorou 

Fez até uma tempestade

O coração que parou 

Por uma enfermidade 

Vai bater eternamente 

Nas cordas da humildade 

Pra sempre vai ser lembrado 

A lenda e seu legado 

E toda simplicidade


Amigo muito obrigado

Você nunca foi metade 

No inteiro da viola 

Você fez a unidade 

João Carreiro em meus versos 

Descanse na santidade 

Meu peito velho padece

A viola agradece

Por toda sua lealdade

...